quinta-feira, junho 28, 2007

Mulher das Águas


















És mulher das águas,
quando recebes em teu corpo a espuma
como bruma e beijas sábia ventura.

Tão doce tua voz como mel,
quando acalentas o rouxinol cansado
e embriagas de amor o querubim no céu.

No campo desabrocha o suave lírio,
quando tuas mãos tocam o vento
e no etéreo molduras um mosaico delírio.

Teus afagos são gemidos como músicas lascivas,
quando entorpecem as almas dos poetas loucos
e calam a noite de inveja das estrelas em orgia.

Cai a última pétala em tua túnica suave graça,
quando brilham os olhos da esmeralda e da pérola
e silencia quem passa e nunca vira mulher tão bela.

És mulher tão linda e sábia,
quando a manhã faz da sabedoria um sorriso dela
e da poesia um desejo lânguido nesse dia.

Douglas Mondo – poeta brasileiro

25 comentários:

Bruxinhachellot disse...

Não conhecia esse poeta, mas achei magnífico este poema.

Beijos de fada.

Paula Negrão disse...

Muito bonito..

Mulheres sempre com o seu poder..

beijos!

Vlad disse...

tem sotaque brasileiro mesmo... um espectáculo de poema.

Kandandu

Diva disse...

Poderosa essa mulher!!! A suavidade brasileira e mesmo uma delicia. nao conheco esse poeta.
Bjs meus

Vlad disse...

"Teus afagos são gemidos como músicas lascivas,
quando entorpecem as almas dos poetas loucos
e calam a noite de inveja das estrelas em orgia."

A mim parece mm sotaque brasileiro ;))

Kandandu

Menina do Rio disse...

Uma mulher inda e sábia que a manhã faz sabedoria...
É uma mulher e tanto!

beijinhos

©õllyß®y disse...

Maravilhoso poema...

Meu doce beijo

delusions disse...

"És mulher tão linda e sábia,
quando a manhã faz da sabedoria um sorriso dela
e da poesia um desejo lânguido nesse dia."

que bonito!... Obrigada por mostrares algo assim.

Bjinho Boa semana
Sofia

jguerra disse...

Que sentires vou descobrindo neste blog. Que emoções vou sentido ao beber cada palavra, cada verso de poetas fantásticos que aqui nos apresentas.
Grande abraço.

Vera Carvalho disse...

Com poetas como estes as mulheres tornam-se ainda mais belas!
Não há melhor tratamento:)!!

F F Moniz disse...

Olá! Sou novo aqui no Blogger. Sou escritor e busco amigos que tenham interesse em literatura. Quando tiver um tempo, visita o meu blog, ok? Um grande abraço e parabéns pelo seu blog!

Klatuu o embuçado disse...

----AVISO À NAVEGAÇÃO----

BLOG DE UMA PLAGIADORA: http://spring-gold.blogspot.com

------» kanoff


http://meninamomentos.blogspot.com/2007/05/um-falso-querer.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/07/no-espero-que-me-entendas-quero-de-ti_02.html

http://tocolante.blogspot.com/2005/04/25-de-abril.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/tocou-o-telefone-na-madrugada-l-longe-l.html

http://tsilva.blogs.sapo.pt/108951.html

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/o-nosso-cames-genial.html

http://corta-fitas.blogspot.com/search/label/Tert%C3%BAlia%20liter%C3%A1ria

http://spring-gold.blogspot.com/2007/04/versos-para-as-fitas-de-final-do-curso.html

E não pensem que a criatura só plagia poemas!

É tudo... ou quase!

[a cópia]
http://spring-gold.blogspot.com/2007/05/ter-pedalada.html

[o original]
http://corta-fitas.blogspot.com/2007_05_01_archive.html

Nem o Pacheco Pereira escapa!! :)

[a cópia]
http://spring-gold.blogspot.com/2007/05/uma-vida-uma-ficha-joo-silva-e-mulher.html

[o original]
http://abrupto.blogspot.com/2007/05/uma-vida-uma-ficha-joo-silva-e-mulher.html


___
Hi5: http://kanoff.hi5.com/

Alê Namastê disse...

Ótima escolha!
O texto é lindo.
Beijos*

Francieli Rebelatto disse...

Que belo, singelo este poema;..Muito lindo mesmo, merece degustar suas entrelinhas e curvas...

Beijos e cuide-se!!!

serenidade disse...

E é tão linda esta poesia.

Mais uma vez obrigada.

Serenos sorrisos

un dress disse...

cada palavra.curva...






beijO

Borboleta disse...

Simplesmente lindo...
Beijihnos e bom fim de semana***

Lusófona disse...

Eu Não conhecia esse poeta.
Adorei!

Beijinhos

Klatuu o embuçado disse...

Belíssimo este poema!

Abraço.

Escorpiana Explosiva disse...

estou com saudade de sua visita,vim ate aqui pra ve se vc resolve passa lá quando de .

adorei o poema.bjo

Rafael Velasquez disse...

kmuito bonito esse poema.

jguerra disse...

Venho deixar-te um abraço resplandescente. Que teus dias continuem a dar-nos textos magníficos.

Minda disse...

Somos um grupo de amigos, vizinhos da blogosfera, e estamos a pensar criar uma rede de blogs almadenses, uma espécie de “ponto de encontro”, blog-fórum, ou algo parecido, um lugar virtual onde possamos nos encontrar e saber uns dos outros, trocar ideias, partilhar experiências, conversar, rir... (em suma, fazer o que nos apetecer) e gostaríamos que aderisses ao projecto e nos apresentasses o teu contributo. Passa pelo INFINITO’S e deixa-nos a tua opinião. Obrigada.

Jofre Alves disse...

É sempre um enorme prazer visitar este blogue de grande qualidade e de grande sensibilidade, que tanto me agrada, apesar de não conhecer o poeta em causa. Boa semana.

Lusófona disse...

Oi Nelson!!

Andas sumido..

Beijinhos