quarta-feira, abril 01, 2009

Evocação de Silves




Eia, Abú Bacre, saúda os meus lares em Silves e pergunta-lhes
se, como penso, ainda se recordam de mim.

Saúda o Palácio das Varandas da parte de um donzel
que sente perpétua saudade daquele alcácer.

Ali moravam guerreiros como leões e brancas
gazelas. E em que belas selvas e em que belos covis!

Quantas noites passei divertindo-me à sua sombra
com mulheres de cadeiras opulentas e talhe fatigado

Brancas e morenas que produziam na minha alma
o efeito das espadas refulgentes e das lanças obscuras!

Quantas noites passei deliciosamente junto a um recôncavo
do rio com uma donzela cuja pulseira rivalizava com a curva da corrente!

O tempo passava e ela servia-me o vinho do seu olhar
e outras vezes o do seu vaso e outras o da sua boca.

As cordas do seu alaúde feridas pelo plectro estremeciam-me
como se ouvisse a melodia das espadas nos tendões do colo inimigo.

Ao retirar o seu manto, descobriu o talhe, florescente ramo
de salgueiro, como se abre o botão para mostrar a flor.


Mohâmede Ibne Abade Almutâmide - Rei Poeta
Beja (1040-1095)

10 comentários:

O BAR DO OSSIAN disse...

Admiro-o muito.

Abraço!

Lord of Erewhon

Fatima disse...

Olá!
Gostei muito do seu blog e das suas poesias.
Parabéns!

jguerra disse...

Gosto tanto!
Os poetas moçarabes que viveram em nossas terras deixaram-nos tantos e belos poemas.

Marta disse...

Boa tarde Nelson.

Deixo como sugestão o endereço www.bubok.pt. Aqui podes encontrar a primeira editora online para auto-publicação neste nosso país à beira mar plantado. Esta é uma forma de democratizar a edição de livros em que, à semelhança do YouTube em relação aos vídeos e do MySpace em relação à música, és tu quem tem o controlo sobre tudo.
Na Bubok são as tuas ideias que ganham liberdade.
O processo de publicação é muito simples e rápido, deixando-te com o controlo total do teu livro. São 5 passos a seguir, do upload do ficheiro com a tua obra, à escolha do preço da obra. Através do sistema Print On Demand, não há tiragens mínimas obrigatórias. A impressão do livro é feita por encomenda, evitando os excedentes poeirentos e poluentes.
podes divulgá-lo nas paredes! Romances, fotografias, receitas de culinária, monografias, diários de viagem, etc, tudo pode ser publicado na Bubok.
Depois de publicares, és tu quem promove o teu livro: sms´s, comments, fives, vídeos, fotos. Vale tudo, só dependes de ti!
Qualquer dúvida que surgir, não hesite em contactar-me: marta.furtado@bubok.com
Vai a www.bubok.pt e começa a publicar.

Francisco Libânio disse...

Olá... Estou escrevendo para dizerque adoreiseu blogue, suas poesias e que tomei emprestada uma das suas ilustrações para ilustrar uma poesia em meu blogue Poesias em Dia, do qual o seu fará parte dos favoritos.

Grande abraço

Francisco

NAMIBIANO FERREIRA disse...

A poesia árabe que se fez em território portugues é muito interessante e também muito esquecida. Muito boa lembranca.
Obrigado.
Kandandu

Gilsa disse...

Gostaria de saber por que não há mais postagens no seu blog.
Me interessa, pois estudo a circulação de poesias nos blogs.
Um abraço,
Gilsa.

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Daienne.

Grupo Central Editorial disse...

Parabéns pelo blog!

Lia disse...

Continuas o mesmo, nada mudou nas tuas palavras... suadades muitas :*